Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Legalização de imóveis irregulares

Fonte:Prefeitura de Arujá
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes

Programa da Prefeitura permite a legalização de imóveis irregulares

 

A Secretaria de Obras de Arujá está legalizando imóveis construídos irregularmente, em desacordo ao Zoneamento Municipal, que apresentem boa estrutura, vedação, cobertura e instalações elétricas e hidráulicas. O programa foi instituído pela Lei Municipal 27/2016 e regulamentada pelo Decreto 6.633/2016.

Para aderir à iniciativa, os proprietários de imóveis irregulares devem inicialmente procurar um arquiteto que será o responsável por entrar com o pedido no sistema informatizado “Projetos Web”, da Secretaria de Obras.

Também é necessário juntar uma série documentos de identificação do imóvel, como cópias do RG do interessado; de comprovante de endereço emitido nos últimos seis meses; matrícula, escritura ou contrato de compra e venda; página de identificação do imóvel no carnê do IPTU de 2016; duas contas de energia elétrica ou água ou telefone, uma atual e outra emitida há mais de 180 dias, além de fotos de fachadas lateral, frontal e posterior da construção, entre outros.

Edificações destinadas aos usos comercial, de serviços, institucional ou industrial demandam ainda mais documentos. O alvará da Companhia Ambiental de São Paulo (Cetesb) e o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), por exemplo, necessários.

Passada esta etapa, o processo de regularização tem o lançamento do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS) referente à construção civil, que poderá ser parcelado em até 12 meses, e a entrega física da documentação necessária na Secretaria de Obras.

Exceções

Não são beneficiadas pela regularização as construções localizadas em logradouros ou terrenos públicos, ou que avancem sobre eles; sejam alvo de processo judicial entre proprietário e poder público que extrapole os limites da Lei Complementar 27/2016; fiquem em área objeto de melhorias públicas (faixas não edificantes, vielas, linhas de transmissão de energia elétrica), exceto se houver autorização do órgão competente para cada caso; apresentem vão de iluminação e ventilação com distância inferior a 1,5 metro da divisa, a menos que tenha declaração de anuência do vizinho.

Projetos WEB

A ferramenta Projetos WEB pode ser acessada pelo site da Prefeitura, no link http://migre.me/ue2kF.

Autor

Tudoem

Prefeitura de Arujá

Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Arujá

pma.imprensa@aruja.sp.gov.br

admtudo*

Comentários

Voltar ao Topo