Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes Tudoem Mogi das Cruzes

Close
Fechar
Conheça as outras cidades onde o Tudoem esta presente
Tudoem Mogi das Cruzes

Ex empregada doméstica lança livro

Fonte:Portal deu na Telha
Tudoem Mogi das Cruzes
Tudoem Mogi das Cruzes

 EX EMPREGRADA DOMESTICA LANÇA LIVRO EM OXFORD

 

Gente.... Olha que história de vida exemplar? Isso é o resultado de uma pessoa que não fica estacionada na vida e procura formas de crescer e se tornar referência no que faz.

 

Ter sido criada na Cidade Tiradentes, periferia de São Paulo, não foi empecilho, para Claudia Canto conquistar seu espaço. Tornou-se uma profissional multifacetária: escritora, relações públicas, jornalista, palestrante e técnica de enfermagem. 
Variadas viagens internacionais propiciaram grandes experiências nos grandes centros urbanos, como São Paulo, Alemanha, Lisboa, Espanha e Paris

Hoje com quatro livros editados e o primeiro na sua segunda edição inglês e português, lançando em três centros de estudo do Reino Unido, dentre os quais Universidade de Oxford.
Com temas repletos de curiosidade e todos com experiências vividas pela autora.

A vida reservou para ela momentos inéditos, um conjunto de situações que pouca gente viveu. De jornalista a imigrante ilegal na Europa e técnica de enfermagem em clínica psiquiatra no Brasil. É assim a vida nada comum de Cláudia Canto, que, de cada aventura e aprendizado, fez um livro.

 


Chegar à Europa com 500 euros no bolso, viver como imigrante ilegal, trabalhar como empregada doméstica em cárcere privado são algumas das lembranças que a jornalista tem para contar. “Cheguei a fazer frilas na Europa, escrever para jornais, e a vender anúncios também, mas não podia mostrar minha cara, porque eu estava como ilegal”, conta Claudia, que encontrou na função de empregada doméstica um caminho para o sustento.

De um ano que ficou na Europa, 10 meses foram em semi cárcere domiciliar em um Palácio em Lisboa, onde trabalhou cuidando da mansão. Entre as experiências vividas, essa foi a mais difícil. “Trabalhava e cuidava de dois idosos na casa, não tinha praticamente folga, nem podia sair pra nada, nem pra telefonar”. Não voltar de “mãos abanando” foi o que motivou Claudia a continuar na “prisão”.

Galera....

Quero agradecer o livro que recebi da Claudia Canto, li a obra “Morte às Vassouras”, e vi o quanto ela é talentosa e dar valor à sua antiga profissão: Empregada Doméstica. Recomendo a leitura, meus queridos!!

 

Até o próximo post!

Comentários

Voltar ao Topo